LiveZilla Live Help
0 item(s) - R$0,00
Nenhum item adicionado.

0

Olá Visitante, seja bem-vindo!

A Diferença entre Suplementos e Anabolizantes

 

   Voltar  - Artigos   

 

A Diferença entre Suplementos e Anabolizantes

 

Você sabe qual a diferença entre os suplementos e os anabolizantes?

 

"Esses dois nomes, tão comuns na rotina de quem pratica exercícios físicos, podem mesmo causar confusão. Enquanto um é ótimo para dar vitalidade e força, o outro só traz riscos para a saúde." É dessa forma enfática que inicia a matéria sobre este assunto da revista Shape, no portal UOL. Poderíamos ficar neste parágrafo. Entretanto, vamos esclarecer um pouco do que seja um e outro, como destacado pelo jornal Zero Hora: "De acordo com Malu Bastos, nutricionista da Abiad (Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres), existe mesmo uma confusão de conceito entre os dois produtos, que precisa ser esclarecida."

 

Suplementos são produtos para suprir carências nutricionais do organismo ou suplementar a dieta. Eles contém proteínas, minerais, vitaminas, aminoácidos ou carboidratos em doses específicas, podendo ser de cada um deles, individualmente, ou a mistura desses nutrientes em quantidades pré-definidas. As proporções, de um ou de outro, nas diferentes combinações, geram resultados igualmente distintos.

 

A Terapeuta ortomolecular Cristina Maria Carrasco, no site Minha Vida, cita o Whey Protein como um bom exemplo de suplemento "que é feito a partir do soro do leite da vaca, onde se extrai a melhor proteína e vários aminoácidos e vitaminas fundamentais, contribuem para o melhor funcionamento de diversos órgãos do nosso corpo, como o fígado, os rins, pâncreas, pulmões, ossos e coração. Seu consumo beneficia os músculos e quando tomado em conjunto com exercícios bem elaborados fornece nutrientes para que os eles enrijeçam. O efeito pode ser aparentemente similar ao de um anabolizante, porém sem nenhum efeito colateral e sem a explosão muscular", diz a profissional.

 

Os esteróides anabolizantes, por sua vez, só devem ser ministrados como medicamentos para tratamento de pacientes que não produzem quantidade suficiente de Testosterona. Seu uso indiscriminado, sem o acompanhamento médico, pode trazer sérios danos à saúde.

 

O Globo Esporte, na página Eu Atleta, trouxe uma relação dos riscos do uso de anabolizantes: "Aumento significativo da incidência de tumores, principalmente no fígado; Elevação severa do colesterol ruim (LDL) e redução do colesterol bom (HDL) (este efeito aumenta a incidência de obstrução de artérias, provocando inclusive casos de infarto do miocárdio em indivíduos jovens); Efeitos de alteração do comportamento, com tendência a potencializar a agressividade, podendo até mesmo provocar surtos psicóticos; Alterações epidérmicas exacerbadas, com elevada incidência de acne, o que acaba quase "denunciando" o usuário."

 

De toda a forma, para quem quer manter vida saudável, com a prática de atividades físicas, o melhor caminho será uma alimentação equilibrada e o uso adequado de suplementos.

 

Atenção: Este conteúdo tem apenas o objetivo de ser informativo.

 

  Acompanhe-nos nas redes sociais e blogs.



                                               

                  Facebook                                Twitter                                   Blog Oficial